Viagem para Berlim

Olá pessoal! Sei que demorei, mas aqui está o prometido post sobre as minhas últimas férias. Fui conhecer alguns lugares da Europa com o meu marido, ainda moro lá um dia… é tudo tão lindo, tão maravilhoso, se pudesse não voltava mesmo 🙂

O Roteiro foi: Alemanha, Holanda, Inglaterra e Irlanda.

Mas hoje vou contar pouco de BERLIM / ALEMANHA

Assistam o vídeo com alguns dos principais pontos turísticos que visitei:

CONFIRAM AGORA MEU ROTEIRO DE 4 DIAS EM BERLIM:

1º DIA:

Chegamos no no hotel umas 15hs, então fomos visitar o que tinha ao redor, já que estávamos em um bairro turístico, o Mitte, na parte oriental.

ALEXANDERPLATZ = Uma praça super famosa que no verão acontece uma feirinha ao ar livre com várias atrações. Na praça também tem um mercado público, estações de trem e metrô, lojas de departamentos como a Primark (amo de paixão), a Galeria Kaufhof (uma loja gigante com tudo o que você imagina), além de outras lojas e restaurantes.

TORRE DE TV / Berliner Fernsehturm =  Bem próximo à praça, fica a torre de TV, símbolo da capital, possui 320 metros de altura e você consegue ver a cidade inteira em um angulo de 360 graus. Pena que o tempo estava feio, mas mesmo assim conseguimos desfrutar do visual. Ao redor da plataforma de observação tem painéis informativos que explicam o que você está vendo lá de cima facilitando o reconhecimento das atrações da cidade e contanto um pouco de sua história. Perfeito!!

Compramos os tickets na entrada da torre em uma máquina na foto abaixo. VALOR: 13  inteira (estudantes sempre tem desconto).

Na saída da torre passamos por uma lojinha de souvenirs. Adoroo!!

Ainda no bairro do Mitter, existem vários outros pontos turísticos: como a PREFEITURA / Berliner Rathaus, a IGREJA MARIENKIRCHE, a FONTE DE NETUNO, e a NIKOLAIVIERTEL / Quarteirão de São Nicolau

2º DIA:

CAMPO DE CONCENTRAÇÃO / Sachsenhausen = O Campo de Concentração fica a aproximadamente a 35 Km de Berlim, em uma cidade chamada Oranienburg.

Não é todo mundo que gosta de fazer esse tipo de passeio. Realmente visitar um campo de concentração nazista é um passeio tenso. Mas eu queria muito conhecer o lugar e realmente fiquei impressionada por história e tudo que eu vi lá.

“O trabalho liberta”. Frase escrita no portão por onde todos passam para entrar no campo.

Lá você conhece os lugares onde os judeus ficavam, onde dormiam, onde eram torturados e mortos pelos nazistas. Além de muitos objetos pessoais, uniformes, móveis, remédios e tudo sobre a história na época.

A entrada é gratuita. Mas é possível pegar um audio-guide e um mapa, por apenas: 3. Eu recomendo o aluguel pois ele vai explicando cada lugar. O passeio durou uma manhã toda. Lá só tem uma lanchonete pequena, por tanto, é bom levar algo para comer.

CHECKPOINT CHARLIE = Um posto militar na divisa entre Alemanha Oriental e Ocidental, que é muito visitado pelos turistas. Homens vestidos de soldado ficam por alí tirando fotos com a turistada e faturando uma graninha. hahaha

CHECKPOINT CHARLIE MUSEUM =  Lá perto tem um museu, que conta toda a história do muro de Berlim. VALOR: € 9,50 / 5,50 (estudante)

TOPOGRAFIA DO TERROR = Também por alí, existe um traçado no chão, que indica a exata localização do muro de Berlim. Seguindo este traçado, chegamos em uma exposição (Topographie des Terrors) que retrata os momentos de terror na época de Hitler. E lá também têm um pedaço do muro que ainda está de pé e bastante danificado.

MUSEU DE TECNOLOGIA E O MUSEU JUDEU =  Caminhando mais um pouco também foi possível visitar o Museu de Tecnologia (Deutsches Technikmuseum Berlin) e o Museu Judeu (Jüdisches Museum).VALOR: € 5,00 / 2,50 (estudante)

EAST-SIDE-GALLERY = Depois pegamos um metrô e fomos visitar o famoso pedaço do muro de Berlim, aqueles pintados em uma exposição ao ar livre.


3º DIA:

REICHSTAG =  O Parlamento Alemão, palco de momentos históricos, uma mistura do antigo com novo em um visual espetacular. Entrada gratuita. DICA: Reserve antes para evitar filas, acesse o site: http://www.bundestag.de/htdocs_e/

PORTÃO DE BRADENBURGO = Depois fomos em direção ao Portão mais famoso de Berlim. Muitos turistas e muitos artistas de rua dominam o local. Possui diversas atrações, e a poucos metros dalí tem o museu de cera Madame Tussauds Berlim.

MONUMENTO ÀS VÍTIMAS DO HOLOCAUSTO = Depois do portão, chegamos ao memorial do holocausto. Que parece um cemitério, com mais de 2 mil blocos de concreto que representam as pessoas que morreram na época da guerra. É impressionante.

TIERGATEN = Principal parque da cidade, onde vale a pena dar uma boa caminhada. Por ali você vê a Coluna da Vitória que se localiza no meio do parque Tiergarten, numa rotatória que se chama Grosser Stern (Estrela Grande) – Pois essa rotatória dá acesso a cinco ruas, igual uma estrela de cinco pontas.

POTSDAMER PLATZ = É uma praça com prédios grandes e modernos , lá é bem movimentado e com muitas opções de lazer. Você pode passear, fazer compras e almoçar.

BRAUHAUS = Bom gente, como alugamos um carro nesse dia, resolvemos conhecer esse restaurante, ele é mais afastadinho do centro de Berlim. Mas a comida é típica alemã muito boa! Tem cerveja de produção própria muito saborosa, ambiente decorado e típico alemão. Vale a pena ir conhecer e experimentar as cervejas locais 🙂

4º DIA:

Nosso último dia foi bem tranquilo, o nosso vôo saia às 19h. Então ainda pudemos aproveitar mais um pouquinho.

ILHA DOS MUSEUS = São 5 grandes museus num mesmo lugar. O Pergamonmuseum, o Neues Museum, o Bode-Museum, o Altes Museum e a Alte Nationalgalerie.

Todos possuem o mesmo valor de ingresso  € 8,00 . Mas nós compramos um combo para todos eles por € 12,00. Porém, ficamos tão cansados de esperar nas filas gigantescas que só fomos em 2 deles. Também existem outros museus que ficam na região e podem ser acessados facilmente são o Museu de História Alemã (Deutsches Historisches Museum) e o Museu de História Natural (Museum für Naturkunde).

COMPRAS:

Deixei o último dia  para fazer umas comprinhas básicas. Sempre falo aqui no blog da loja Primark, é simplesmente o meu parque de diversão, a minha paixão. Muita variedade de roupas, acessórios, sapatos, lingerie, ou seja, tudo!  E para a minha surpresa tinha uma bem do lado do meu hotel! É tudo lindo e muiiiittooooo baratoooo!!! Gente, muito mesmo!

Dá pra fingir que é rica e sair de lá com a sacola cheia! Até meu marido fez compras lá, pois também tem roupa para homens.

Outro lugar para compras é a Galeria Kaufhof que também fica na Alexanderplatz, é super grande e muitas opções de compra, vai desde roupas, perfumes, eletrônicos, até utensílios domésticos.

Tem a KaDeWe também, é simplesmente a maior loja de departamentos da Alemanha. Mas eu não fui nessa não gente, pois já estava falida por conta das outras. haha

DICA MUITO IMPORTANTE: Toda compra que você fizer em qualquer lugar na Europa, sempre pergunte se tem Taxi Free? Todo imposto dos produtos que você comprar será devolvido pra você. Genteeee primeiro mundo né! Para saber mais detalhes encontrei esse site aqui explicando direitinho: http://www.viajenodetalhe.com.br/dicas-de-viagem/tax-free/

O QUE VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE FAZER EM BERLIM:

– Comer a verdadeira salsicha/linguiça alemã, seja no hot dog, ou pura mesmo, são delíciosas!

– Tirar fotos 3×4 naquela máquinas de rua!

– Comer o famoso Bretzel no café da manhã. É tipo um pãozinho, e alguns são até recheados com queijo ou outras coisas… yummy é muito bom!!!

CURIOSIDADES:

– SINAIS DE TRÂNSITO:

Os alemães são extremamente educados quando o assunto é trânsito. Uma coisa que me impressionou muito, é que quando o sinal está fechado para os pedestres, eles NÃO atravessam a rua de jeito nenhum. Claro, eles estão certíssimos! Mas mesmo se não tiver nenhum carro na rua, pode estar deserto, chovendo, qualquer situação, que eles não atravessam enquanto o sinal não tiver verde pra eles. Se você vê alguém atravessando no sinal fechado de pedestres com certeza é algum turista. Desculpem alemães, mas meu tempo era curto e atravessei no sinal fechado pra mim.

A cisma deles é tanta, que até produtos com o bonequinho do sinal é vendido por toda cidade!

– A LÍNGUA:

Achamos o povo pouco caloroso e alguns mal falavam inglês conosco, meio sem paciência eles respondiam em alemão mesmo e que se dane rs. Mas não são todas as pessoas que são assim, conhecemos outros também super legais 🙂 Não se preocupem.

HOSPEDAGEM:

Nos hospedamos no Park Inn by Radisson Berlin Alexanderplatz um hotel muito bem localizado, no bairro Mitte. Nosso quarto era bem pequeno, mas super lindo e confortável. Apesar da nossa janela ser de frente para a praça Alexanderplatz não dava para ouvir nenhum barulho. Então, super indico esse hotel, preço acessível, confortável e excelente localização. DICA: Não faça a reserva com café da manhã incluso. Neste local há inúmeras opções mais em conta e muito mais gostosas 🙂  Gostaram das dicas?! Quem sabe Berlim não será o seu próximo destino de férias heim?!!! Aguardem, em breve mais dicas de viagem aqui no blog! Bjs:*

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *