Tailândia > KO PHI PHI

Chegamos ao nosso último destino da viagem pela Tailândia: Ko Phi Phi. Foi disparado o lugar que mais amei dessa viagem e arrisco dizer que o mais lindo que já fui na vida, sério! Foram muitas aventuras junto à tantas belezas naturais e na melhor companhia, meu marido! (ownnn)

Koh Phi Phi é um arquipélago cercado pelas águas cristalinas mais incríveis do mundo. Além das ilhas maravilhosas que me fizeram sentir no verdadeiro paraíso!

Se você está pensando em viajar para a Tailândia, já pode começar lendo meus dois posts anteriores, BANGKOK e KRABI. E se você não está pensando, agora vai pensar rs! Vai aí o vídeo com um pouco dessa maravilha! Ahh, leia o post antes para saber mais detalhes e ver as lindas fotos que coloquei aqui!

Só dá para ir à Ko Phi Phi de barco, não tem aeroporto na ilha. Então compramos nossos tickets do ferry boat em uma barraquinha de passeios turísticos em Krabi mesmo um dia antes. No dia seguinte cedinho partimos.

DICA importante: Compare o preço dos tickets antes de comprar! Não me lembro exato quanto foi, mas demos mole nessa e pagamos um fortuna. Uns amigos nossos falaram que pagaram 300 baht (R$ 30,00) cada um e foi mega bom esse valor!

Depois de mais ou menos 1h30m de viagem, chegamos ao porto de Phi Phi.

De lá, pegamos um longtail que nos levou até o nosso resort. Dava para ir a pé também, mas nossas mochilas estavam muito pesadas.

> Hospedagem

Por indicação de um amigo, nos hospedamos no Bay View Resort.

Vista linda e conforto!

A localização era boa, mas tínhamos que andar em torno de 10 minutinhos para chegar ao outro lado da ilha onde estavam os restaurantes, feirinhas e comércio local.

> O que fizemos lá?

Tinhamos somente 3 dias em Phi Phi, então vou contar o que fizemos cada dia:

1º Dia – Chegamos no resort, deixamos nossas mochilas e fomos almoçar por lá mesmo. Depois disso fomos passear pela ilha até que decidimos fechar um passeio ousado: mergulho!

Fechamos com a empresa World Dive. Um casal de instrutores muito simpáticos, Christian e Yulia que moram na ilha há alguns anos, nos receberam muito bem.

Pagamos o valor de 3.500 bts (R$ 250) cada um, com direito a curso rápido e 2 mergulhos + almoço.

2º Dia – Acordamos bem cedinho para a nossa aventura! Nunca tinhamos mergulhado antes, então ficamos um pouco tensos no começo com tantas regras e equipamentos.

Eles nos mostraram uma lista de espécies marítimas que poderíamos ver lá em baixo, inclusive se tivéssemos sorte, muita sorte, podíamos ver algum tubarão!!! Nesse caso eu preferia não ter sorte haha.

No nosso barco, além de nós, foram também um outro grupo de mergulhadores, mas esses eram mais experientes. O instrutor Christian (esse da direita na foto abaixo) mergulhou comigo e com o Felipe apenas. Então tinhamos um professor particular de mergulho praticamente.

Depois toda a parte teórica, fomos para a prática. O primeiro mergulho, nós começamos de 3 a 6 metros de profundidade para fazer todos os testes e se adaptar com todo aquele mecanismo. Parece difícil, mas depois ficou fácil. O Christian foi super atencioso e profissional.

Nos ensinou todos os procedimentos para um mergulho seguro e explicou como funciona o equipamento, oxigênio, reguladores, mascara… tudo! Em nenhum momento ficamos com medo, pois ele no passava uma tranquilidade fora do normal. Quer dizer, teve um momento que senti medo sim… já já vocês vão saber…rs

Eu fiquei tensa quando pulei na água pois não sabia como eu ia me sentir no fundo do mar. Foi até o momento que da superfície mesmo, eu só mergulhei a cabeça na água para ver o fundo… E aí gente… me apaixonei! Era a coisa mais linda que já ví na vida! Parecia que algo me chamava lá em baixo, e meu medo foi embora na hora!

Aí depois dessa etapa de testes, mergulhamos fundo, uns 12 metros de profundidade!!! Nem acreditei que consegui fazer isso. Não consigo descrever a sensação que senti, a paz que tem lá em baixo, só ouvia a minha respiração e o fundo do mar. É tão incrível, tanta beleza, que recomendo muito esse passeio, foi o melhor de todos pela Tailândia! Por favor façam!!!!

Vimos corais lindos, ouriços, polvo, estrela do mar, peixinhos e encontrei até o Nemo kkkk Aliás o peixe palhaço é uma fofura, eles são curiosos e chegam pertinho de você, dá vontade de tocar nele!

Ficamos um bom tempo de baixo d’água deu até para fazer graça para foto.

Depois desse mergulho, subimos para o barco e o instrutor nos disse: “Vocês estão de parabéns para um primeiro mergulho… Agora nós temos mais um mergulho em outro local, mas preciso que vocês escolham: Mergulho para ver tartaruga, ou mergulho para ver tubarão?” What???? Tubarão?!!! Aff Na hora falamos tartaruga… Mas daí parei para pensar: “Pô, quando na minha vida terei a oportunidade de ver algum tubarão de perto?” E ele nos garantiu que era seguro, que se dermos sorte veríamos um, que era raro e blá blá blá… Daí aceitamos!!!!

E foi essa hora que fiquei com medo, mergulhamos novamente, mas agora na área dos “tubas”. Estava tudo bem, tudo tranquilo, até que o Felipe viu o primeiro! Me cutucou e lá estava o bicho! Logo depois, vimos mais dois… Reparem eles na foto abaixo!!!

Era um black-tip, o famoso galha-preta. Ele não é um tubarão agressivo, mas é um animal selvagem né gente, então quase tive um treco kkk. (Essa foto abaixo não é minha tá, só para vocês terem uma noção que ele dá um medinho rs)

Aí a adrenalina já subiu e me fiquei um pouco tensa olhando para todos os lados. Foi aí que vimos , o terceiro, o quarto, o quinto…. Resumindo: Uns 10 TUBARÕES pelo menos! Que sorte a nossa heim?!! #pqp Na foto abaixo o Christian aponta 2 juntos e o Felipe aponta 4 juntos! E logo a minha cara de desespero! haha

Teve uma hora bem sinistra, que um deles veio nadando na nossa direção… (eu já estava me imaginando notícia no jornal nacional) chegou pertinho, virou para o outro lado e começou a nos rodear… tensoooo! Caraaa igualzinho em filme que ele rodeia a presa! Tinham vários fazendo isso, aí o instrutor tinha nos dito antes que eles são curiosos e tem medo das bolhas dos mergulhadores.

Mas até ele ficou olhando com uma cara estranha (na foto acima o tuba pertinho) que até hoje não sei se ele tava com medo ou se ele só estava apreciando aquele momento! kkk

Bom, realmente nada aconteceu e eles foram embora. Acabamos nosso mergulho depois de uns 30 minutos lá em baixo. A experiência de ficar cara a cara com esses bichos temidos é única! Mas é um opção sua claro, você pode mergulhar tranquilamente em outros locais menos ousados!

Voltamos para a praia e passamos a tarde toda tomando sol e descansando.

De noite, fomos curtir os bares da praia de Koh Phi Phi!  A partir das 20h começaram os shows com malabares de fogo e bastante animação. Muito divertido!

Também tem um bar lá muito interessante, onde os próprios clientes podem lutar num ring de Muay Thay. Se ganhar, o prêmio é um balde de Vodka ou cerveja. Achei muito legal, ficamos um tempinho lá bebendo e vendo as lutas.

3º Dia – Logo pela manhã fechamos um passeio de barco de um dia inteiro para conhecer as lindas ilhas de Ko Phi Phi.

Fomos em grupo e a nossa primeira parada foi numa ilha pequena que não me lembro o nome, mas era cheia de macacos. Não, ainda não era a ilha dos macacos…

Achei alguns turistas muito sem noção de alimentar os bichinhos com qualquer coisa. Alguns até tentavam tocar neles e se aproximar para tirar fotos. É bem perigoso tentar isso, pois eles são agressivos. Eles só querem pegar a sua comida e também ficam deslumbrados com embalagens brilhosas. 

Depois, voltamos ao nosso passeio. O barco parou numa área para mergulharmos e fazer o snorkeling. A água estava mega cristalina cheia de peixinhos coloridos!

Bamboo Island

A ilha é enorme com águas rasas e bastante vegetação. Maravilhosa!

Mosquito Island

Essa ilha fica próxima à Bamboo, ela é super pequena, aí nosso barco só parou lá por perto para fazermos o snorkeling de novo. Aliás, como já disse no post anterior, é sempre bom ter seu próprio equipamento de snorkeling, acho mais higiênico e fora que você pode comprar um melhorzinho do que eles oferecem né! #ficadica

53

Monkey Island 

Aí está a verdadeira ilha dos macacos!

Ela é bonita, pequena, mas foi a que menos gostei :/ Não ficamos muito tempo nela, mas também era impossível, a praia estava muito suja… acredito pq os turistas jogam comida para os macacos, ou eles mesmos roubam e acaba acumulando lixo. Realmente tem muitos macacos, é engraçado e tal, mas se der mole, os macacos abrem tua bolsa, invade o barco e todo mundo acaba achando bonitinho!

Phi La Bay

Conhecida como a lagoa azul, esse lugar é lindo demais. Parece mágico, a água muda de cor, azul para o verde dependendo do sol. É cercado de montanhas e verde. Tivemos que dar um mergulho nessas águas!

Maya Bay

A praia mais visitada pelos turistas! Conhecida por ter sido cenário de gravação do filme “A Praia”com o Leo Dicaprio. Ela é realmente impressionante.

Na volta, nosso barqueiro parou no meio do nada para assistirmos o pôr do sol maravilhoso.

No dia seguinte pegamos outro ferry boat para voltarmos para Krabi e irmos embora.

Nossa aventura termina por aqui! Foi muito incrível essa viagem pela Tailândia, recomendo muito! Escrevendo esse post me bateu uma saudade enorme! Espero voltar lá e fazer tudo isso de novo!

Se tiverem alguma dúvida ou curiosidade podem me perguntar aqui nos comentários viu. Ficarei feliz em ajudar. Espero que tenham gostado!

Beijos e até a próxima!

 

Comentários

Comentários

2 ideias sobre “Tailândia > KO PHI PHI

    • Oi Larissa tudo bem?! Você me deu uma ótima ideia até vou fazer um vídeo mostrando os equipamentos que uso nas viagens 🙂 Mas só pra não te deixar esperando uma resposta já te falo: Eu usei meu celular(iphone 6), uma bolsinha para colocar ele debaixo d’água, usei uma gopro, usei alguns acessórios da gopro e uma camera canon 5D. Mas basicamente usei meu celular mesmo viu! Espero que tenha ajudado! beijoss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *